População cobra mais segurança em Araçuaí após onda de roubos

aracuai

Moradores estão promovendo uma campanha nas redes sociais. Somente no primeiro trimestre foram registrados 20 roubos no município.

No município de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, cidade com pouco mais de 36 mil habitantes sofre com uma onda de violência, e a população cobra das autoridades uma resposta contra os furtos e roubos registrados, fazendo campanhas inclusive nas redes sociais.

Na noite desta segunda-feira (27), Everton Mendes Costa foi mais uma vítima de roubo em Araçuaí. Ele teve a moto roubada na porta de casa, por volta das 21 horas. “A minha moto estava estacionada na porta da minha casa e tinham algumas pessoas próximas. De repente surgiu uma pessoa com uma camisa no rosto e anunciou o assalto, levou objetos pessoais de quem estava no local e também a minha moto”, conta Everton.

Ele acionou a Polícia Militar, que fez um Boletim de Ocorrência. No entanto, até o momento, nenhum suspeito foi preso e a moto de Everton não foi encontrada. “A polícia veio e fez a ocorrência, mas teve que sair rapidamente para atender a chamada de outra vítima. Eu tenho esperança de que eles consigam recuperar a minha moto, diz a vítima.

População se mobiliza

De acordo com dados da Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS), apenas no primeiro trimestre deste ano, foram registrados 20 roubos em Araçuaí.

Desde 2012, o número só é menor que os roubos registrados em 2013. Na ocasião foram 22 ocorrências, no mesmo período. No primeiro trimestre de 2012 e 2014 foram registradas 8 e 13 ocorrências de roubo, respectivamente.

Indignada com a onda de violência no município, a população está se mobilizando para chamar a atenção das autoridades. O professor Guilherme Pinheiro Santos deu início nesta terça-feira (28) a uma campanha nas redes sociais.

“A ideia inicial da campanha #SOSAraçuaí é mobilizar toda população via internet, para mostrar a onda de criminalidade que nossa cidade está enfrentando. Mas não podemos esperar só das autoridades, temos que nos movimentar e fazer algo. O objetivo é fazer a mobilização crescer e sair da internet para as ruas. Pensamos em algo como uma marcha, ou caminhada, com toda população nos próximos dias” revela Guilherme.

Nesta terça, várias pessoas de Araçuaí estão substituindo as fotos dos seus perfis em uma rede social por uma imagem da bandeira da cidade com a inscrição ‘SOS Araçuaí”.

Situação atípica

O comandante da Polícia Militar no município, tenente Gilamárcio Silva Rocha, garante que a PM está fazendo a sua parte no combate aos crimes, mas os resultados acabam sendo frustrantes, já que por meio da Justiça os presos acabam soltos e voltam a praticar crimes na cidade.

“Estamos intensificando as rondas, fazendo levantamentos e tentando identificar os autores desses roubos. Porém, o que percebemos é que a maioria desses autores são reincidentes, e acabam liberados pela Justiça. Isso é como matemática, assim como dois e dois são igual a quatro, marginal na rua solto é igual a crime” explica o comandante.

No entanto, o tenente Gilmárcio reconhece que Araçuaí vive um momento atípico. “Esse é um fenômeno diferente do que vínhamos vivendo. A cidade cresce e infelizmente a violência cresce junto. A gente espera que a população tenha um pouco mais de paciência. A gente entende que não é fácil ter essa paciência nesse momento, e principalmente que a Justiça mantenha presos os autores que a Polícia Militar captura”, ressalta.

O empresário Maurício Sena diz não ter mais essa paciência. Na madrugada de sexta-feira (24) a sua loja, que fica na Rua Osório Colares, no Centro de Araçuaí, foi roubada pela segunda vez em menos de dois anos.

“Quebraram tudo, entraram na loja e levaram praticamente toda a minha mercadoria. Tive um prejuízo de aproximadamente R$ 7 mil. O pior é que tenho pistas de um suspeito e do local onde ele teria escondido a mercadoria, mas até agora nada foi recuperado e ninguém foi preso”, lamenta o empresário.

O G1 tentou falar com a delegada de Araçuaí, Ana Paula Lamego Balbino, mas foi informado que ela está de férias, e que na sua ausência quem responde pela delegacia da cidade é a delegada regional Maria Aparecida Motta Martins, em Pedra Azul. Por telefone o G1 foi informado que a delegada regional só poderia falar nesta quarta-feira (29), quando estará em Araçuaí.

 

Fonte: G1 dos Vales: http://g1.globo.com/mg/grande-minas/noticia/2015/04/populacao-cobra-mais-seguranca-em-aracuai-apos-onda-roubos-na-cidade.html

Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Portal VDL - Politica de Privacidade - MSS Empreendimentos - Virgem da Lapa