Segunda, 23 de Maio de 2022
26°

Poucas nuvens

Virgem da Lapa - MG

Turismo Minas Gerais

Governo de Minas e Ministério Público assinam acordo para regularização fundiária do Parque Estadual de Serra Nova e Talhado, no Norte do estado

Unidade de conservação também receberá investimento de R$ 5 milhões para melhorias em infraestrutura e atrair mais visitantes

25/04/2022 às 12h40
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais
Compartilhe:
Marco Evangelista / Imprensa MG
Marco Evangelista / Imprensa MG

O governador Romeu Zema participou, nesta segunda-feira (25/4), na sede do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), em Belo Horizonte, da assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para regularização fundiária e implantação do plano de manejo do Parque Estadual de Serra Nova e Talhado, localizado no Norte de Minas.

O acordo assinado tem o objetivo de regularizar 13 mil hectares, com investimentos de R$ 37 milhões. Além disso, será criada uma infraestrutura para que o parque possa atrair mais visitantes, com orçamento de R$ 5 milhões. Serão construídas duas portarias, uma área de visitação e uma área administrativa.

O Governo de Minas terá 12 meses para apresentar ao MPMG um cronograma da regularização fundiária e da infraestrutura que o parque ainda demanda, e 48 meses para efetivá-lo.

Resultados

De acordo com o governador, o acordo significa que a parceria entre o Governo de Minas e o MPMG é voltada para a construção de resultados para a sociedade. 

“Com essa assinatura, reduzimos mais um passivo. Assim como em diversas áreas, a área ambiental também está dando passos importantes. Temos que ter unidades de preservação, mas é preciso que esses ativos façam parte do desenvolvimento do estado por meio de uma infraestrutura capaz de atender bem os turistas de dentro e de fora do Brasil”, explicou.  

Zema lembrou de pautas ambientais importantes para Minas que avançaram e que são um dos pilares da sua gestão, como a redução de mais de 60 lixões em todo o estado, além da iniciativa pioneira no país de conceder à iniciativa privada a gestão dos resíduos sólidos de um consórcio de municípios do Triângulo Mineiro, realizada na semana passada. 

Compromisso

Também presente na solenidade, a secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável , Marília Melo, explicou que o Estado de Minas Gerais, durante um longo tempo, criou várias Unidades de Conservação sem realizar a regularização fundiária. 

“Isso significa que o estado não pagou às pessoas que têm a titularidade da terra. É um grande passivo que o Governo de Minas possui. De uma maneira responsável e dentro do orçamento que temos, estamos iniciando o processo de regularização e com o compromisso de não criar outros até que se possa resolver esse passivo que herdamos”, afirmou.

Reconhecimento

O parque, com quase 50 mil hectares, faz parte da Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço, reconhecida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como uma área prioritária para conservação das riquezas naturais e culturais existentes no planeta.

Com o bioma do Cerrado, resquícios de Mata Atlântica e Campos Rupestres, a Unidade de Conservação abrange os municípios de Rio Pardo de Minas, Serranópolis de Minas, Mato Verde, Porteirinha e Riacho dos Machados.

Virgem da Lapa - MG Atualizado às 12h30 - Fonte: ClimaTempo
26°
Poucas nuvens

Mín. Máx. 28°

Ter 28°C 13°C
Qua 27°C 14°C
Qui 28°C 13°C
Sex 29°C 14°C
Sáb 29°C 15°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes